O novo Relatório de Demanda e Oferta da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) revelou que cerca de 7,8 milhões de passageiros voaram pelo Brasil em outubro, apresentando um aumento de 7,7% em comparação com o mesmo mês do ano anterior, quando aproximadamente 7,2 milhões de pessoas passaram pelos aeroportos nacionais.

Esse resultado demonstra uma aproximação à movimentação doméstica registrada em outubro de 2019, antes dos impactos da pandemia de Covid-19 no setor.O ministro do Turismo, Celso Sabino, interpretou os números como indicativos de uma crescente demanda no setor aéreo do país. “É muito animador observar que o interesse e a participação no turismo interno continuam a aumentar neste ano. Estamos trabalhando para que esse quantitativo continue crescendo e nos proporcionando bons ventos para o nosso setor, priorizando sempre a geração de emprego e renda“, comentou Sabino.

O relatório da ANAC também destacou os terminais de maior movimentação, sendo Guarulhos (SP), Congonhas (SP) e Brasília (DF) os principais, respondendo por mais de 35% do fluxo total no período analisado. Em seguida, estão os terminais de Campinas (SP) e Confins (MG), enquanto Santos Dumont (RJ) e Recife (PE) completam a lista dos mais movimentados em outubro.

Quanto às rotas mais frequentadas, a ponte aérea São Paulo-Rio de Janeiro manteve a liderança, seguida pelas conexões entre São Paulo-Brasília e Salvador-Porto Alegre.Um ponto adicional no cenário do turismo aéreo brasileiro é o programa “Conheça o Brasil: Voando”, lançado recentemente pelo Ministério do Turismo e o Ministério de Portos e Aeroportos em parceria com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) e empresas do setor.

O programa busca impulsionar o setor de viagens no país por meio de ações e medidas colaborativas entre governo e iniciativa privada, incentivando mais brasileiros a viajar dentro do país.Entre as iniciativas do programa está o “Stopover”, já implementado pela Gol e pela Latam em Brasília (DF) e São Paulo (SP), que permite que os passageiros, com apenas uma passagem aérea, conheçam uma localidade intermediária antes de seguir para o destino final.

Fonte: Ministério do Turismo

Comunicação/MCZ/Sineaa/2023

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

dezenove − 1 =

Hsites, Especializados em Web para a área Médica

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?